RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE – RSS

Os serviços de assistência à saúde humana ou animal geram resíduos potencialmente infectantes, que podem ser prejudiciais não só ao meio ambiente, mas também à saúde. Esses resíduos exigem uma destinação adequada, que atenda normas rigorosas de descaracterização e descontaminação. Os geradores desses resíduos são hospitais, clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, laboratórios de análises clínicas, hemocentros, postos de saúde, farmácias, serviços de estética e tatuagem, entre outros.

Devido à sua característica, este tipo de resíduo deve receber um tratamento diferenciado desde a coleta até a destinação final.

A Biotrans realiza a coleta, transporte, tratamento e destinação final adequada para todos os grupos de resíduos relacionados nas RESOLUÇÕES ANVISA RDC 222/18 e CONAMA 358/05, exceto Grupo C – Rejeitos radioativos.


TRATAMENTO DE RESÍDUOS DE SAÚDE

UPAC - Unidade de Produção Alternativa de Combustível, fruto de um profundo estudo acadêmico, utiliza um reator norte-americano, autossustentável energeticamente, que, em um ambiente de alta temperatura e baixíssimos níveis de oxigênio, converte cadeias carbônicas presentes nos resíduos em cadeias menores, concentrando a energia na forma de combustíveis como carvão, óleo e gás, sem destinação em aterros e atendendo às exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Assim, contribuímos para a redução das emissões de gases de efeito estufa, que são os grandes responsáveis pelo aquecimento global.

Autoclave - É um processo de esterilização a vapor dos resíduos do grupo A1, A4 e E, no qual se aplica vapor saturado sob pressão superior à atmosfera com a finalidade de se obter a esterilização do resíduo. Consiste em um sistema de alimentação sob determinadas condições de pressão, que conduz os resíduos até uma câmara estanque onde é feito vácuo e injetado vapor d’água a uma temperatura que varia de 130 a 140°C. Os resíduos devem permanecer na câmara durante um determinado tempo até se tornarem estéreis.

Incineração - É um processo de tratamento térmico a uma temperatura que varia de 800 a 1200ºC, esse sistema também é empregado no tratamento de Resíduos de Serviços de Saúde, na sua grande maioria no tratamento de Carcaças Animais – Grupo A2, A4, Peças Anatômicas – Grupo A3 e Grupo B, reduzindo o peso e volume através da combustão controlada. As cinzas geradas nesse processo são encaminhadas para Aterros Licenciado Classe I.





COLETA E TRANSPORTE

Nossos colaboradores são treinados a utilizar técnicas que garantam a preservação das condições de acondicionamento e biossegurança do trabalhador, evitando acidentes e/ou contaminação do meio ambiente. Possuimos frota própria dotada de veiculos com no máximo 5 anos de uso. Para transporte de resíduos de serviço de saúde os compartimentos de carga são impermeabilizados e licenciados e vistoriados pelos órgãos governamentais competentes (INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia e ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de acordo com a ABNT NBR 12810:2016 e ABNT NBR 9735:2016.

DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS:

• Nota Fiscal;
• Manifesto de Carga;
• Ficha de Emergência;
• Envelope para Transporte;
• Etiqueta de Identificação;
• CADRI.





GERENCIAMENTO DE PEQUENOS GERADORES

Diante da crescente preocupação relacionada as questões ambientais, as legislações a cada dia se colocam mais restritivas induzindo empresas a buscarem soluções para seu enquadramento legal na área ambiental. Nesse sentido oferecemos nossos serviços de forma completa e acessível.

PRINCIPAIS RESÍDUOS COLETADOS:

• Filtro de óleo, filtro de combustível e filtro de cabine de pintura;
• Embalagens contaminadas com óleos, graxas, tintas e solventes;
• Embalagens de produtos químicos;
• Óleo, tinta, solvente graxa e contaminados;
• Lâmpadas de todos os modelos;
• Resíduos de caixa separadora de água e óleo;
• Pilhas e baterias; Pneus, câmera de ar, lonas e pastilhas de freio, para-brisas e para-choques danificados;
• EPI’s, panos, estopas e papéis contaminados;
• Resíduos de caixa separadora de água e óleo;
• Efluentes gerados no processo de lavagens de veículos e pátios.





LOGÍSTICA REVERSA

A logística reversa é um "instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada". (BHS + ABRASSAM).

A Biotrans, através de entidades gestoras promove a coleta e transporte no maior programa de logística reversa de medicamentos do país e também do Programa Saúde Ambiental de Logística Reversa de Embalagens Vazias de Produtos Saneantes Domissanitários Desinfestantes de Venda Restrita.





CONSULTORIAS & PALESTRAS

Oferecemos soluções tais como: Licenciamento Ambiental, Elaboração de Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos e de Saúde, Obtenção de CADRI junto a CETESB, Educação Ambiental e Capacitações.